sábado, 21 de maio de 2011
0 comentários

APRENDA A DIFERENCIAR O LUCRO DO ABUSO

    Irônica como sempre, aqui estou:


Lucro é o retorno positivo de um investimento feito por um indíviduo ou uma pessoa nos negócios. (fonte: wikipédia)
O termo ou idéia de abuso aplica-se a qualquer ação humana onde exista uma pre-condição de desnível de poder, seja ele sobre objetos, seres, legislações, crenças ou valores.  (fonte: wikipédia)




    Queridos leitores, acho que sentiram a falta das minhas criticas e do meu senso de humor regado a ironia por estes dias. Estive um tempo sem internet e com outros compromissos profissionais os quais tomavam grande parte do meu tempo e raciocínio. Pois bem, estou de volta e pra falar sobre o abuso acometido pelos comerciantes e locadores de imóveis rio paranaibanos.
    Bem sabemos que a vinda da UFV- Universidade Federal de Viçosa - para Rio Paranaíba trouxe mais do que avanços educacionais para um cidade que antes vivia a margem das universidades particulares da região, trouxe também uma sede incontrolável pelo dinheiro. É fato que grande parte dos moradores de Rio Paranaíba veem a UFV como um chamativo panfleto comercial, pra enriquecer os já ricos, para enriquecer os de classe média e para empobrecer os já miseráveis. Pois bem cidadão, coloquemos as cartas na mesa para melhor analisarmos o que ocorreu em Rio Paranaíba desde a implantação da UFV e a vinda de universitários, observamos grande  aumento dos preços dos aluguéis e aumento nos preços sobre serviços prestados. 
    Lucrar é uma coisa, abusar é algo totalmente diferente, entendam. As cidades vizinhas São Gotardo, Patos de Minas e Carmo do Paranaíba estão chamando a atenção dos universitários pelos preços mais acessíveis e com certeza por serviços de melhor qualidade, o que já deixa Rio Paranaíba numa situação ameaçadora e cabível de um pensamento comercial mais elevado, deixando o abuso de lado.
    O aumento de aluguéis é o que mais impressiona a todos, há locais em que o preço aumentou 200% e isso em um contrato em que agua e luz devem ser cobrados separadamente, o que para uma pessoa o custo de vida na cidade passará de 600,00 reais no MÍNIMO só com a moradia. Realmente, Rio Paranaíba me impressiona! De um lado políticos de má índole e de outro, algumas pessoas que não sabem diferenciar abuso de lucro.
    Pulemos agora da massa universitária para a massa festeira, nossa cidade com certeza tem um dos carnavais mais animados e frequentados da região do Alto Paranaíba, e como de praxe, parte dos moradores quando ve alguma oportunidade enfiar a faca, já começam a afiá-la. Aluguel de casas por 2000,00 reais, de onde é que já se viu algo assim? Abadás de 100,00 reais, de onde tiraram que Rio Paranaíba virou Salvador?
    Já ouvi vários foliões de fora da cidade, dizendo que se ano que vem for do mesmo modo, vão procurar lugares melhores pra ir e acredite leitores, eles vão mesmo. No Carnaval somos ótimos, realmente, mas não contemos com a sorte de que somos os únicos.
    Volto a dizer: Lucro é uma coisa, abuso é outra bem diferente!
    O aumento de preços de certos serviços e produtos são equilibrados quanto a lei de oferta e procura, o que em Rio Paranaíba precisa ser recapitulado e ensinado corretamente aos comerciantes, pois logo veremos que quando todos os prédios em construção estiverem prontos, de certo o aumento da concorrência acarretará numa queda de preços, então nossos queridinhos "abusados" vão ter que diminuir os preços bruscamente para que possam entrar no mercado. E mais, quando os imóveis pararem de ser procurados, pelo fato de  outras cidades oferecem preços abaixo dos "nossos", acabaremos tendo que abaixar os preços também, pois abuso sempre acaba e o que prevalece é o capitalismo e suas leis econômicas.
    Então rio paranaibanos, tenho que dizer que o abuso comercial da nossa cidade acabará por consciencia (o que eu acho difícil) ou por força maior mesmo deste mercado muito bem equilibrado, não há escapatória, não há futuro nisto.
    Bem, este problema dos abusos afetam só os universitários? Não, não. Como sabemos, em Rio Paranaíba há grande incidência de nativos sem casas para morar o que os leva a procurar imóveis para locação, estes que não tem sua casa, de certo não as tem por problemas financeiros, o que já leva a crer na dificuldade de pagar tais aluguéis. É como disse, ricos enriquecendo e miseráveis empobrecendo cada vez mais.


    Acho que a convivência com políticos corruptos, cassados ou apenas processados em justiça acabaram de influenciar no comportamento comercial rio paranaibano, são políticos roubando a população e população roubando a própria população.


Nunca perco a chance de alfinetar!


Tenho dito;
Paloma F. Silva, cidadã de Rio Paranaíba.

0 comentários :

Postar um comentário

 
Toggle Footer
Top