sábado, 21 de maio de 2011
0 comentários

SEM ROSTO E SEM CARÁTER

    Fico aqui imaginando como é que as pessoas se sucumbem tanto ao poder, é como dizem não é? Quer conhecer o homem, dê-lhe o poder... Até alguns dias eu pensava que caráter era um valor a se enaltecer na vida política, mas eu vi que não é bem assim. Que pena!
    Para os que acompanham meu blog, já devem ter visto uma postagem falando de chantagem, então de certo não necessito citar as leis contra este ato. Para os que não acompanham, leiam a postagem denominada “ Chantagem é crime”, pois assim então saberão que eu sei do que estou falando e da seriedade deste crime.
    Mas esta semana me veio uma pergunta inquietante “Quem será o criminoso mais sórdido: o que chantageia ou que sucumbe a chantagem?”. Pense comigo leitor se não é uma questão a se pensar com bastante cuidado...
    Mais do que os cidadãos, é de extrema importância e obrigação que o político saiba que chantagear é crime, logo depois cabe ao cidadão saber que aceitar a chantagem também é crime, pois quem chantageia, chantageia com favores sujos os quais serão crime usá-los de forma extorsiva.
    Então nesta hora o cidadão pode perguntar: Mas Pallomah, o que fazer se fui chantageado? Primeiro, observe os fatos, porque você está sendo chantageado, foi por uma coisa errada que você fez? Neste caso, o crime primeiramente foi seu, então é de dever seu pagar judicialmente pelo seu erro. Agora se você está sendo chantageado por algo que você viu de errado e o autor te chantageia para que você não conte aí meu amigo é outra história. Você não fez nada de errado, mas nesse caso tem chance de fazer algo certo.
    Analise os fatos: Se você viu algo o qual o autor te chantageou para que não contasse, de certo é algo criminoso, pois ninguém chantageia por algo que fez de bom. 
    Denuncie! Isso mesmo faça o que tem de ser feito, denuncie, você tem esse direito por ser cidadão, então exerça a sua cidadania colocando criminosos nos seus devidos lugares, nas cadeias. Dentro da cadeia ele não pode fazer-lhe tanto mal.
    Mas vamos chegar ao ponto o qual eu queria alcançar. 
    Como alguém que luta pela sua cidadania um dia se sucumbe a uma chantagem de um político sujo, me diz?      Volto ao que eu disse no começo “Quer conhecer o homem, dê-lhe o poder... Ou melhor, quer conhecer o homem dê-lhe o dinheiro”. Sinto muito, mas isso não me cabe na cabeça. Ou você luta pelo que é certo e faz o certo ou você se rebaixa a um criminoso e nunca ergue os olhos para o que é honesto...
    Dá-me pena, me enoja ver que as pessoas a que eu podia me espelhar pra ser quando Mulher, agora são “selvagens” e grotescos animais se aproveitando da carne podre que é esta política brasileira. 
    Ao que corrompe e ao que foi corrompido está a minha vergonha. Escondam os rostos quando as crianças passarem, não quero que elas vejam quão baixo é o seu caráter.


Paloma Silva, cidadã de Rio Paranaíba

0 comentários :

Postar um comentário

 
Toggle Footer
Top