sábado, 21 de maio de 2011
0 comentários

O CICLO DA ILEGALIDADE NAS OBRAS PÚBLICAS



    Tudo tem seu preço, tudo. Como bem sabemos, cada obra dentro do município- ponte, estrada, asfaltamento, creche, hospital e etc- requer uma verba, empréstimos, estes que dependem da aprovação. Sabemos também que estas obras não são nenhum pouco baratas e requer uma grande burocracia a respeito. Destas obras vou destacar alguns problemas os quais podemos notá-los sem nenhuma dificuldade:
- Carência de Pagamento: Quando faz-se um empréstimo, normalmente o município obtém de um tempo de carência, isto significa que você não pagará esta dívida enquanto não tiver acabado este tempo.
EX.: A administração do município pede um empréstimo no valor de R$2.000.000, 00 e ganha 36 meses de carência, isso quer dizer que só começará a pagar daqui 36 meses.
- Acúmulo de dívidas: Junto do tempo de carência podemos analisar um problema, as vezes este tempo ultrapassa um mandato, sendo assim, o próximo administrador é que arcará com a dívida. Tendo este administrador prometido alguma obra e por milagre ele esteja afim de cumprir, fará então mais um empréstimo e assim pedindo mais carência e a dívida acumula-se mandato por mandato.
    Muita das vezes as obras requerem licitações para a sua realização, o que pode também ser ilegal como eu já falei aqui no blog, obras como estas feitas por meio da ilegalidade são as mais caras pois a ilegalidade sempre trás mais ilegalidade, o desvio de verbas é um exemplo claro disto. O desvio vai acarretar em outro problema, o esgotamento da verba de um modo rápido, o que leva a mais pedidos de verbas e assim inicia-se o ciclo da ilegalidade nas obras públicas novamente.

O que quero com essa postagem?
    Bem, é um objetivo bem simples, na verdade um lembrete a você cidadão que lê esta postagem neste instante e se esqueceu de quantos processos contra administradores públicos em Rio Paranaíba já correram em tribunais eleitorais, lembrar a você que esqueceu do tamanho da dívida municipal que nós temos e do esquecimento maior na hora de colocar sempre os mesmos administradores dentro da prefeitura.
    Não foi só com um que isso aconteceu, na verdade, nem sei se há algum o qual ainda não correu processos quanto a este tipo de corrupção na nossa cidade.


Paloma silva, cidadã de Rio Paranaíba

0 comentários :

Postar um comentário

 
Toggle Footer
Top